Dicas de como usar estrategicamente a Iluminação na sua Academia

13.03.2018

Fazer atividade física é muito importante, isto todo mundo entende com facilidade. No entanto, nem sempre é fácil criar o hábito de se exercitar. A boa notícia é que a iluminação adequada na academia pode ajudar os alunos a terem mais disposição, melhorar a sensação de bem-estar no espaço e consequentemente a frequência, além dos resultados.

 

Não há dúvidas da importância do projeto luminotécnico em academias. A luz é essencial para a ambientação, pois como nem sempre as atividades físicas são feitas com prazer, ela pode oferecer a sensação de bem-estar e conforto.

 

 

 

 

 

Por que se preocupar com a ILUMINAÇÃO nos ambientes da sua academia?

 

 

O primeiro objetivo da iluminação é a obtenção de boas condições de visão associadas à visibilidade, segurança e orientação dentro de um determinado ambiente. O que nos leva a entender o conceito de conforto luminoso.

 

Conforto Luminoso refere-se à resposta fisiológica do usuário. Um determinado ambiente provido de luz natural e/ou artificial, produz estímulos ambientais, ou seja, um certo resultado em termos de quantidade, qualidade da luz e sua distribuição, contrastes etc.

 

O usuário sentirá todas estas variáveis físicas do espaço por meio de seus sentidos - visual, auditivo e termo metabólico - e a elas responderá, num primeiro momento, através de sensações.

 

O segundo objetivo da iluminação é a utilização da luz como principal instrumento de ambientação do espaço – na criação de efeitos especiais com a própria luz ou no destaque de objetos e superfícies ou do próprio espaço.

 

 

 

 

 

Uma iluminação inadequada gera:

 

• Fadiga Visual

 

• Desconforto

 

• Dor de Cabeça

 

• Ofuscamento

 

• Redução da Eficiência Visual

 

• Acidentes

 

 

Uma boa Iluminação:

 

• Aumenta a produtividade (dos exercícios dos alunos e também a produtividade dos seus colaboradores)

 

• Gera um ambiente agradável

 

• Transmite segurança e evita acidentes

 

•Cria emoções

 

 

Não se esqueça que a responsabilidade de uma boa iluminação dentro das academias é:

 

- dos projetistas (profissionais habilitados a realizar o planejamento de iluminação ideal, como o designer de interiores),

 

- e dos proprietários e administradores da academia.

 

 

Um bom sistema de iluminação deve apresentar as seguintes características:

 

•Iluminação natural complementada com luz artificial.

 

•Uso adequado de cores e criação dos contrastes: iluminação e cor andam juntas. (Veja mais sobre o assunto neste post)

 

•Proporcionar um ambiente confortável com pouca fadiga, sem monotonia e sem acidentes.

 

•Seguir as leis e normas pertinentes às atividades que serão desenvolvidas na academia, obedecendo às regras de ergonomia e conforto ambiental.

 

 

Iluminação para Academias

 

 

O projeto luminotécnico varia de acordo com o ambiente da academia, pois deve acompanhar as tarefas que nele são realizadas.  A luz de um vestiário é completamente diferente da luz de uma sala de spinning, que, por sua vez, não é a mesma da área de musculação.

 

A luz está relacionada à liberação de energia, produtividade e empenho. Assim, algumas atividades como musculação e natação precisam de iluminação mais intensa, pois quanto mais claridade, maior a disposição para malhar.

 

Para não errar, basta pensar: quanto mais escuro o ambiente, mais relaxado o aluno ficará; quanto mais claro, mais pique terá.  Isso é comprovado quando fazemos uma analogia com a luz do Sol. O dia é propício às atividades físicas, enquanto a noite ao relaxamento.

 

 

 

 

O ideal é criar cenários com a iluminação, de acordo com os serviços que serão prestados na academia, conforme algumas dicas a seguir:

 

 

1 - Iluminação cênica para aulas de Spinning

 

O ritmo dos exercícios nas aulas spinning é ditado pela música. A iluminação cênica ajuda a deixar a aula mais animada. Iluminação inspirada em boates com globos e luzes que trocam de cor pode cair muito bem nas salas de spinning.

 

Hoje em dia há vários sistemas para a troca de cor das luzes: ela pode ser programada ou manual (o professor altera com um controle remoto).  Também é possível mudar a cor da sala até com o celular.  Já existem aplicativos que são ligados à informação da fonte de luz e a um aparelho de radiofrequência wi-fi que conecta todas as luzes da sala.

 

 

 

A atividade conhecida por torrar muitas calorias é bastante intensa, por isso o aluno precisa ser estimulado a pedalar. A iluminação, junto à animação do instrutor e a música com certeza dão conta do recado. O resultado é uma turma mais engajada, com alunos mais frequentes e que encaram o exercício como um momento de extravasar com alegria em vez de ser uma hora de sacrifícios.

 

 

 

2 - Luzes para Sala de Musculação, Atividades Aeróbicas, Danças e Lutas

 

A musculação e as atividades cardiovasculares são atividades que exigem muita energia. O praticante não pode se sentir cansado, por isso as luzes mais intensas ou brancas são as mais indicadas para deixar o aluno mais ativo, disposto a completar as séries da ficha, chegar ao fim da aula de dança ou luta.

 

 

 

 

A sala de musculação não pode ser escura para não dar sono e não gerar cansaço. Ela precisa parecer um ambiente de trabalho.

 

Nas aulas de dança pode-se investir em iluminação cênica também.  Dependendo do ritmo da aula, combina muito bem e ajuda os dançarinos a entrarem no clima.

 

 

 

 

3 - Iluminação para área da Piscina

 

A área para prática de natação deve ser bem iluminada. O ideal é usar refletores que jogam a luz sobre as águas e luzes no entorno da piscina para evitar acidentes.

 

 

 

Se forem usadas lâmpadas dentro da piscina, o ideal é a iluminação de fibra ótica, pois demandam baixa manutenção e são as mais seguras.

 

 

 

4 - Sala de Ioga e Pilates

 

 

Além de fortalecer o corpo, a ioga e o pilates propiciam relaxamento e propõem a ser exercícios que trabalham a mente.

 

 

 

 

Ao mesmo tempo, o aluno tem que ficar disposto para fazer os exercícios e guardar o relaxamento para os minutos finais, em que o professor geralmente reserva um tempinho até para massagem.

 

 

 

Portanto, a iluminação deve ser controlada para promover a sensação de sossego e relaxamento, sendo recomendada a luz mais amarelada (morna).

 

Dessa forma, use lâmpadas *dimerizáveis para poder aumentar e diminuir a intensidade de acordo com o momento da aula.  

 

*O dimmer é o dispositivo ideal para tornar um mesmo ambiente mais versátil. Além disto, é um dos principais equipamentos que auxiliam a reduzir o desperdício de eletricidade por permitir atenuar a iluminação quando necessário.

 

 

 

 

Conclusão

 

 

Investir em iluminação nas academias é uma forma assertiva para aumentar o bem-estar dos alunos e até a frequência dos mesmos.

 

O desempenho dos seus funcionários também será influenciado pelo uso correto da iluminação.

 

Para planejar o tipo de iluminação ideal para cada ambiente, escolher o tipo de luminárias e lâmpadas corretas, equilibrando os custos com a energia e manutenção e ainda ter atenção à eficiência energética, procure o auxílio de um profissional habilitado.

 

Aguardamos seu contato, seja para tirar alguma dúvida ou solicitar orçamento.

 

A Be Design Estratégico Fitness terá um enorme prazer em assessorar o projeto luminotécnico para que sua academia alcance melhores resultados!

 

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Todos os direitos reservados © Be Design Estratégico 2019 - CNPJ 27.899.344/0001-30